1. Página inicial
  2. Produtos novos
  3. Sensores para controle de movimento
  4. Robustos sensores de velocidade com IO-Link

Robustos sensores de velocidade com IO-Link

Na carcaça de metal, com homologação ATEX, grupo II, categoria 3D

  • Robusta carcaça de metal M30, sem necessidade de proteção adicional contra choques
  • Homologação ATEX, grupo II, categoria 3D
  • Ideal em combinação com um CLP
  • Montagem embutida possível
  • Detecção do valor real e parametrização via IO-Link

Monitoramento da velocidade compacto
Os novos sensores de velocidade são a solução compacta para o monitoramento da velocidade de rotação, porque a eletrônica de avaliação está já integrada na carcaça do sensor. O ajuste do valor limite, a cuja velocidade a saída comuta, é realizado através de um potenciômetro ou IO-Link. Tanto movimentos rotativos como lineares podem ser monitorados, tanto se o valor nominal é excedido ou não alcançado ou se há bloqueio. Os novos sensores destacam-se relativamente aos modelos anteriores pelo seu invólucro metálico robusto para montagem embutida. Além disso, há uma variante especial com homologação ATEX que não requer proteção adicional contra choques.

Aplicações
Os sensores de velocidade compactos têm muitas opções de aplicação nomeadamente na área da tecnologia de transporte, por exemplo, para o monitoramento de correias transportadoras ou elevadores de caçambas. Eles servem tipicamente para o monitoramento de passagem abaixo do valor nominal ou de bloqueio ou parada.

Vantagens
Os sensores de velocidade incluem o monitoramento da velocidade completo. O ponto de comutação pode ser ajustado mediante potenciômetro multivoltas. Via IO-Link são obtidas funções adicionais, como informações sobre a velocidade atual ou o ponto de comutação e a parametrização de parâmetros adicionais importantes, como, por ex., o tempo de atraso do arranque, remotamente. Isso possibilita a comunicação direta com o sistema de comando ou com o SMARTOBSERVER.

Modo de funcionamento
O sensor integrado é amortecido por cames em passagem ou outros atuadores de comutação metálicos. A avaliação determina a partir do intervalo de tempo dos amortecimentos a duração do período ou a frequência (valor real da velocidade de rotação), comparando esse valor com o ponto de comutação configurado (valor nominal). Durante o atraso do arranque e quando a velocidade é superior ao valor de comutação ajustado, a saída é comutada. Um LED sinaliza se valor passar abaixo da velocidade nominal e o desligamento da saída.