1. Página inicial
  2. Sensores de visão

Reconhecer e avaliar objetos e cenários com sensores de visão.

Excelente desempenho como um sistema de câmera, simples como um sensor.

Na tecnologia de automação, os sensores de visão são hoje em dia, componentes fixos de controle de montagem, produção e qualidade, sem esquecer que são também um instrumento que contribui para o aumento da eficiência. São câmeras com avaliação específica de aplicação, ou seja, olhos eletrônicos confiáveis de baixo preço e com elevado grau de integração.

Da câmera ao sensor.
Até há poucos anos atrás, ainda eram necessários caros sistemas de câmera. Devido ao desenvolvimento técnico contínuo e preços de componentes cada vez mais baixos, foi possível realizar funções cada vez mais inteligentes em espaços continuamente menores.
Os sensores de visão compactos não substituem apenas sistemas de câmera, mas oferecem além disso adicionais opções de aplicação. Na detecção, por exemplo, de posição variável de objetos ou de cenas, eles substituem complexos sensores de proximidade ou sensores-múltiplos, tais como as pontes de sensores no controle de integridade de paletas ou de engradados de bebidas.

Facilmente integrável.
Os sensores de visão se definem também pela sua simplicidade. Enquanto sistemas de visão são, na maioria das vezes, integrados no processo de produção por pessoal especializado treinado ou através de caras integrações externas, os sensores de visão podem ser usados sem conhecimentos prévios dada a suas características especificas de aplicação. Simplesmente "parametrizar" ao invés de uma trabalhosa "programação" é o lema aqui. Componentes funcionais preparados auxiliam na integração no CLP. A transmissão de dados, a parametrização e a manutenção à distância são realizadas através da interface de processo Ethernet. Além disso, todos os aparelhos dispõem de saídas de comutação, que sinalizam um teste bem sucedido. Dessa forma, os sensores de visão podem ser usados tão facilmente como um sensor binário.

Robusto e compacto.
Mais uma vantagem: Os sensores de visão da ifm chegam literalmente bem próximo ao processo real graças a sua alta forma de proteção e vastos níveis de temperatura. Ademais eles se distinguem por um elevado grau de integração. Ao contrário de caras soluções de câmera, todos os componentes necessários, como iluminação, ótica, avaliação e lógica de saída, estão integrados no invólucro de aplicações industriais. Tarefas como controle de qualidade, de integridade ou leitura de códigos 1D e 2D podem realizados facilmente e a baixo custo com os sensores de visão da ifm.
 

Competência em soluções específicas de aplicação.

A escolha certa é primordial.

Sensor de contorno – Reconhecimento de objeto tipo O2D
Como em um jogo de encaixe de peças. O sensor de visão O2D pode reconhecer e classificar objetos e contornos ou estruturas, antes registradas, para conferir sua completitude, posição e posição de rotação.

Contador de pixel – Inspeção de objeto tipo O2V
O sensor de visão O2V que é comparável a um ábaco ou a uma régua de cálculos, conta todos os pontos de uma imagem com mesmo valor cinzento. Além disso ele pode juntar determinados valores cinzentos em um objeto único e avaliar de acordo com diferentes critérios.

Leitor de códigos - Identificação tipo O2I
Códigos de barras são bem difundidos hoje em dia, e podem ser entendidos como escritas que podem ser lidas da direita para a esquerda. Códigos 2D codificam as informações na superfície. Semelhante a um enigma de dominó, é transportada uma clara informação, a qual é lida pelo sensor de visão O2I.

Sensor 3D – Reconhecimento de objeto 3D tipo O3D
Semelhante a uma chapa de agulhas, o sensor 3D O3D monitora a cena atual na perspectiva de fundo. Partindo desses 23.000 valores de distância podem ser feitos vários sensores virtuais, por exemplo para examinar se um engradado com diferentes garrafas está completo.

Sensor de contorno O2D

Contador de pixeis O2V

Leitor de códigos O2I

Sensor 3D