1. Homepage
  2. IO-Link
  3. FAQ sobre IO-Link
  4. Glossário IO-Link

Glossário IO-Link

Atuador

Dispositivo para conversão de sinais elétricos em energia cinética.
 

Dados acíclicos

Dados transmitidos pelo controlador apenas após requerimento (p.ex. dados de parâmetros, dados de diagnóstico).
 

COM1-3

Taxas de transmissão de dados IO-Link
 

Dispositivo

Um aparelho (device) pode ser um sensor, um atuador ou uma unidade híbrida. Ele é um participante passivo e responde só a consultas do mestre.
 

Ter

Digital Input (entrada digital)
 

Qui

Digital Output (saída digital)
 

DTM

Device Type Manager (driver específico do fabricante)
 

Evento

O aparelho pode sinalizar um estado operacional incorreto ao mestre mediante evento. Isso se realiza mediante ajuste de um bit na interface. O mestre lê esse evento com um código de erro clássico.
 

FDT

Field Device Tool (p. ex. ifm Container)
 

Arquivo GSD

Arquivo mestre do aparelho - descreve uma interface ao aparelho que deve ser conectado ao barramento de campo. Arquivos GSD são disponibilizados pelo fabricante do aparelho como arquivo.
 

HMI

Dispositivo de operação e observação do sistema de automação (Human Machine Interface).
 

Hub

Ao contrário de gateways, os hubs estabelecem conexões entre interfaces idênticas, conhecidos são os hubs USB.
 

Dispositivo híbrido

Um aparelho que combina funções de sensor e de atuador.
 

IEC 61131-9

A norma internacional IEC 61131 trata dos fundamentos de controladores lógicos programáveis. A parte 9 descreve IO-Link sob a designação Single-drop digital communication interface for small sensors and actuators (SDCI).
 

IODD

Descrição eletrônica dos aparelhos (IO Device Description).
 

Dispositivo IO-Link

Dispositivo de campo que é controlado e comandado por um IO-Link master.
 

Mestre IO-Link

Estabelece a conexão entre um barramento de campo de nível superior e os aparelhos IO-Link. O IO-Link master controla e comanda os aparelhos IO-Link.
 

MES

Como Manufacturing Execution System (MES) é designado um nível que opera próximo do processo de um sistema de gestão da produção multicamadas. Frequentemente é usado como sinônimo o termo 'sistema de controlo de processos'. O MES destaca-se de sistemas semelhantes para o planejamento da produção, conhecidos por sistemas ERP (Enterprise Ressource Planning), pela conexão direta aos sistemas distribuídos da automação de processos, permitindo orientar, comandar e controlar a produção em tempo real. Disso fazem parte aquisições clássicas de dados e tratamentos como a aquisição de dados operacionais, a aquisição de dados da máquina e a aquisição de dados do pessoal, mas também todos os outros processos, influenciando imediatamente o processo de produção.
 

Porta

Uma porta é um canal de comunicação IO-Link.
 

Servidor de parametrização

Um IO-Link master conforme especificação IO-Link 1.1 pode ter a função de servidor de parametrização para o aparelho IO-Link.
 

Conexão ponto a ponto

Uma conexão ponto a ponto é uma conexão direta e imediata entre dois pontos, locais ou aparelhos.
 

Sensor

Dispositivo para detectar e converter valores físicos em quantidades elétricas.
 

CLP

Um CLP é um computador industrial empregado no controle ou na regulação de uma máquina ou instalação e que é programado à base digital. O usuário programa um CLP conforme as necessidades da instalação. Os sinais de periferia são lidos ou emitidos através de módulos de entrada/saída ou mestre de barramento de campo e escravos de barramento de campo descentralizados.
 

SIO

Modo de entrada e saída standard: Conexão de aparelho digitais convencionais a portas de IO-Link master.
 

Escravo

Participante de barramento que não comunica de forma autônoma, mas que responde exclusivamente às consultas do mestre.
 

Tempo de conversão

O tempo de conversão é a soma do tempo que o conversor A/D necessita para detectar o valor de medição e ainda o tempo necessário (diagnóstico, monitoramento de ruptura de fio) para processar o valor de medição no módulo.
 

Dados cíclicos

Dados transmitidos automaticamente e a intervalos regulares pelo controlador (dados do processo, status do valor).
 

Tempo de ciclo

No contexto de controladores, o tempo de ciclo contabiliza a execução do programa, desde a leitura das entradas até a provisão nas saídas. Em sistemas de comunicação o tempo de ciclo designa o tempo até todos os dados terem sido trocados entre todos os participantes e o ciclo se inicie de novo.